Usando Toy Art na decoração

Usar brinquedos na decoração é algo que tem se tornado comum hoje em dia. Apesar disso, muita gente não sabe de onde vem e como funciona essa coisa de usar um item infantil em ambientes que podem ser bem maduros.

O conceito de “toy art” surgiu lá em 1998, quando Michael Lau, um artista independente de Hong Kong, criou uma coleção de brinquedos remodelada. O negócio fez muito sucesso e é moda até hoje.  O toy art é um “brinquedo que não é pra brincar”. O público alvo das empresas que produzem os toys é a galera com mais de 14 anos, que gosta de colecionar/decorar.

Nesse mundo, alguns itens são bem caros, outros mais baratos e alguns dá até pra conseguir como brinde. A forma como você usa o toy art depende apenas de você: dá pra deixar o quarto mais alegre ou o escritório menos formal.

Como eu sou louco por brinquedos como artigos de decoração, separei alguns modelos que podem servir como ideias pra vocês.

decoração funko toy art game of thronesdecoração funko toy art game of thrones decoração funko toy art game of thronesdecoração funko toy art harry potter decoraçãofunko toy art harry potter decoraçãodecoração funko toy art harry potter

Eu sou louco pelos bonecos da Funko Pop! A marca produz toys de diversos temas (sério, é muita coisa!). Meus dois temas favoritos dos funkos são Harry Potter e Game of Thrones.  No Brasil, a unidade sai por R$99 (lágrimas), mas nos EUA dá pra comprar cada um por US$8~US$12, depende do modelo.

boneca blythe decoração toy art boneca blythe decoração toy art

As Blythes  são essas bonecas diferentonas que são o sonho de consumo de muita gente. No passado, elas até eram usadas pra brincar, mas hoje o negócio é diferente. As bonecas originais pararam de ser produzidas,  virando um item raro de colecionador. É um artigo bem caro, mas que muita gente ama ter em casa.

toy art disney decoraçãotoy art disney mickey decoraçãomickey toy art disneytoy art disney mickey decoração

A Disney também não fica muito atrás e produz várias coleções de toy art. Claro, todo mundo fica louco!

toy art decoração decoração
toy art decoração toy art decoração superheroi batmandecoração toy art game of thrones john snow ghost fantasma

Existem muitos outros tipos de toy art, alguns mais fofinhos, outros mais sério. Na prática, é um universo que dá pra agradar todo mundo.

Toy Art de graça?

Além dos toys que podem ser comprados, você pode conseguir alguns de “graça”. Vez ou outra, o McDonald’s promove o Mc Lanche Feliz oferecendo brindes que servem como toy art. Algumas coleções que amei foram a do Super Mario World, Pokémon e Hora de Aventura.

super mario world mcdonalds mc lanche feliz brinde brinquedopokemon mcdonalds mc lanche feliz brinde brinquedohora de aventura mcdonalds mc lanche feliz brinde brinquedo

Também gosta de toy art e decoração? Conta aí pra gente!

Continue Reading

Facetune ou Facetune 2 – Qual o melhor app pra editar suas fotos?

Oi, povo!

Há alguns dias atrás foi lançado o Facetune 2, uma nova versão do aplicativo Facetune, desenvolvido pela Lightricks. O lançamento deixou muita gente em dúvida pra saber qual seria o melhor editor de fotos, já que, por mais  que seja um app de edição poderoso, o preço do mais recente é um pouco ~~salgado~~.

aplicativofacetune

Facetune

Antes de comprar o app, que na época custava cerca de US$4 (pouco mais que R$12), eu ficava mega em dúvida se a compra iria valer a pena. Achava o valor alto e não sabia se o aplicativo era realmente bom. Terminei comprando e digo que não me arrependi!

O app é uma varinha mágica pra quem ama uma selfie: dá pra tirar marquinha de espinha, clarear os dentes, deixar a pele mais opaca, além de ferramentas peculiares, como a de retirar olheiras. Pro preço que foi, eu digo que valeu a pena e que o aplicativo atende bem às minhas necessidades.

Além dos retoques específicos pra selfies, o aplicativo tem um leque bem grande pra editar fotos genéricas, como os filtros e a ferramenta de maior luminosidade para o ambiente.

Facetune 2

O “novo” app foca na otimização da pré-visualização, o que ajuda quem não gosta de tá fazendo um monte de edições pra ter noção de como a foto vai ficar (com um clique você já tem mais ou menos ideia do resultado). É claro que você pode fazer 1 edição bem detalhada, deixando sua foto/selfie com um toque pessoal,  o problema é ter que comprar componentes adicionais pra isso.

ediçãoaplicativofactune2

O aplicativo pode ser baixado de graça, dando acesso a um kit basicão pra editar. A Lighticks oferece 2 formas de comprar os “extras”: ou você compra os componentes de forma isolada (preços variando de US$0,99 a US$2,99 – eu digo logo que existem uma infinidade de extras, o que pode deixar a fatura do cartão salgada) ou mantém uma assinatura de 1 mês(US$1,99), 6 meses (US$6,99) ou 1 ano (US$9,99), tendo acesso a todo conteúdo.

Bem sinceramente?! Eu não vi um motivo que realmente me fizesse querer sair do Facetune pro Facetune 2. Apesar do aplicativo mais novo ter uma pegada mais profissional, o que é positivo pra quem posta muita foto retocada, as diferenças  entre os apps são muito pequenas.

“DIZ LOGO SUA OPINIÃO!!”

Eu vou continuar com o meu Facetune, já que tudo que eu preciso tá lá. Se você ainda não tem o aplicativo e tá em dúvida, eu aconselho baixar os dois pra fazer uma comparação, até porque cada pessoa tem um estilo de fotografia. As funcionalidades básicas (limpeza de pele, clareamento dental e alguns outros) são as mesmas nas duas versões – as diferenças são pequenas pra dizer que um é muito melhor que o outro.

O Facetune 2 tenta se destacar por inserir novos pincéis de retoque (se você for ficar na edição basicona, isso termina sendo desnecessário), filtros (existem apps mais legais pra isso) e outros detalhes. De verdade?! Termina sendo muito dólar gasto (O Brasil tá num apocalipse financeiro, meu povo!!) pra umas coisas que não são tão significativas assim. É aquele negócio: dá pra usar a versão mais recente sem pagar nada? Sim, mas o app fica “fechadinho” se você tem todos componentes, claro.

E vocês? Compararam os apps? Tem algum aplicativo de edição que ama e quer compartilhar? Comenta aí <3

 

Continue Reading

O universo de Harry Potter em decoração minimalista

~Lumos~

Os Potterheads tão tudo em estado de loucura essa semana!

Ontem, 17/11, foi o dia da estreia de Animais Fantásticos e onde habitam aqui no Brasil. A chegada do filme fez todo mundo que gosta de Harry Potter ficar balançado, já que vem na cabeça toda aquela nostalgia de ir pro cinema em pré-estreia, procurar livro na internet quando ainda não tinha chegado por aqui, enfim, muita coisa!

Eu, por exemplo, comecei a revirar todas as minhas coisas de Harry Potter, e bateu uma sensação boa lembrando de tudo que eu já tinha vivido por conta da saga do bruxo (derramando lágrimas!!).

Um sonho de infância era ter todo meu quarto decorado com o tema HP (hahahahahah, eu sei que hoje é cafona!). O tempo passou, o desejo de ter um quarto completamente decorado diminuiu e hoje eu tenho vontade de ter umas coisas do mundo bruxo bem minimalistas, pra deixar casa.

Eu dei uma procurada em umas ideias minimalistas envolvendo Harry Potter e achei bastante coisa que dá pra gente fazer ou encomendar com facilidade. Podem dar uma olhada e começar a morrer de desejo!

abajurreliquiasdamorte
interruptorharrypotter

quadrosharrypotter

interruptorharrypotter

quadrosparedeharrypotter

suportechaesalohomoraharrypotter

suportechaesalohomoraharrypotter

quadrominimalistaharrypotter

quadroposterharrypotter

quadrosharrypotter

Todo mundo morrendo de vontade que a carta de Hogwarts tivesse chegado, né?! Teve alguma ideia e quer compartilhar com a gente? É só comentar!

~Nox~

Continue Reading

3 Mangás de terror pra tirar seu sono

Terror é uma palavra que mexe com qualquer pessoa. Histórias, filmes, séries, tudo isso pode deixar muita gente sem dormir direito durante algumas noites. Eu AMO o gênero terror e justamente por isso eu fui caçar “coisas” que fugissem da produção comum, e foi aí que eu esbarrei nos mangás, as famosas histórias em quadrinhos japonesas.

Eu já conhecia mangás famosos, mas nunca tinha parado pra pesquisar alguns de terror. Como japonês é muito criativo, transmitir medo em uma história em quadrinhos também foi uma sacada excelente. Pensando nisso, e em clima de Halloween (que já passou), deixo essas 3 dicas de mangás pra você que curte um ~~terrozinho~~.

Espero que gostem!

P.s: escrevi esse texto sozinho, em casa e de noite. Terminei, fechei o notebook e fui dormir rezando 3 “pai nosso”.

  1. Jisatsu Circle – Suicide Club (Furuya Usamaru)

mangá clube suicídio suicide club

De cara, eu digo que não dá taaaannnto medo. O mangá surgiu de um filme de 2001 e é um terror psicológico que coloca a gente pra pensar no final da história.

Tudo começa com mais um dia comum em Tóquio. 54 meninas descem as escadarias de uma estação e ficam alinhadas na plataforma, até que todas pulam na frente do metrô. Dessa tragédia (sim, pq as fias são esquartejadas), só Saya Kota sobrevive (sem nenhum arranhão!),o que faz a jovem começar a investigar as questões que envolvem a morte, já que a garota fica determinada a fundar um novo clube do suicídio com outras meninas pra repetir o feito anterior. Dá pra ler por aqui.

2. Fuan no Tane (Nakayama Masaaki)

mangá fuan no tane

“Esse dá medo?” Bem, eu acho que Fuan no Tane tem um misto de sensações, principalmente tensão e medo.

O mangá de Nakayama Masaaki é uma coletânea de várias histórias curtinhas (tem história que só tem duas páginas) que vão tratar de vários temas, principalmente de lendas japonesas.  Quase todas as narrações em quadrinhos tem um clima bem tenso, aquela coisa bem pesada, que deixa você meio que esperando a coisa ruim acontecer. Ou seja, se você tem coração fraco, liga a tv no my little poney agora! Se quiser ler, é só ir nesse link aqui.

3. The Drifting Classroom (Kazuo Umezu)

mangá the drifting classroom

Apesar de ser bem antigo (1972), é um clássico. O enredo é perturbador: uma escola “muda” seu local de origem, com todas pessoas dentro, indo parar num deserto sem fim. Só isso já dá um clima de medo nas crianças (sim, é uma escola primária!!). O negócio começa a ficar mais tenso quando os professores começam a se matar e um clima de sobrevivência começa a se instalar entre os alunos e alunas, que têm noção de que, sem trabalho em conjunto, vai todo mundo morrer.

O mangá tem um misto de suspense e terror psicológico e dá pra ser lido por aqui. 

Bons sonhos pra vocês!

 

Continue Reading

Riachuelo + Harry Potter – Melhores itens da coleção

Oi oi, leitores e leitoras Potterheads!

Com o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam estreando no dia 17 de Novembro, muitas marcas tão aproveitando o momento pra lançar alguns produtos do universo de Harry Potter. A Riachuelo não perdeu tempo e montou uma linha com 40 peças(!!!), incluindo roupas e coisas pra casa, o que deixou os fãs da série em estado de loucura.

A marca criou camisetas, roupa de cama, almofadas, pijamas e uma porrada de outras coisas. A maioria dos itens tem uma pegada bem minimalista, ou seja, você só sabe que é da série porque conhece o negócio. Eu, como sou meio basicão pra roupa e pra decoração, gostei bastante do que vi, mas ainda sim achei que algumas peças se destacam mais do que outras.

Pensando nisso, montei uma lista com o que mais gostei e decidi compartilhar com vocês!

camisetahogwartsharrypotterriachuelo camisetaharrypotterriachuelo camisetaharrypotterhogwartsriachuelo

De todas camisetas, essas foram as que mais gostei, especialmente a segunda e terceira <3. Dá pra misturar e usar em várias ocasiões, especialmente se você for passear lá no parque da Universal, em Orlando (queria horrores!!!!!).

almofadaharrypotterfeitic%cc%a7osriachueloalmofadachapeuseletorharrypotter
almofadaharrypotteriachuelohogwarts almofadaharrypotterriachuelo almofadaharrypotterriachuelo1 almofadasfeitiçosharrypotter almofadasharrypotterriachuelo

As almofadas estão meio relativas: algumas são lindas, outras nem tanto. Pra mim, essas são as mais bem-feitas e que realmente têm a pegada do mundo bruxo, especialmente a do Chapéu Seletor, que eu amei de paixão!

tapetealohomoraharrypotter tapetealohomoraharrypotterriachuelojogodecamaharrypotterriachuelo

Das outras peças pra casa, eu gostei muito do capacho com o feitiço alohomora (a dica é colocar na porta de casa/quarto/banheiro, o trocadilho fica excelente! hahahhaha) e do jogo de cama, que, olhando da foto, parece ter uma qualidade muito boa.

Todos produtos vão estar disponíveis nas lojas da Riachuelo a partir do dia 8 de Novembro. Os preços devem começar a partir de R$ 35,90, o que não é caro, se a gente parar pra pensar que é uma linha dedicada pra galera que é fã da série.

Dá pra saber mais detalhes acessando o site da Riachuelo .

É fã da série Harry Potter? Gostou de alguma coisa? É só comentar!

Continue Reading

5 motivos pra você assistir “Justiça”

ATENÇÃO! ESSE POST (PROVAVELMENTE) CONTÉM SPOILERS!!!!!!!

serie-justic%cc%a7a-globo

Se você tava morando em Marte e não tava acompanhando o Twitter durante as noites no mês de Setembro ou ficava com a TV desligada, muito provavelmente você nunca ouviu falar na série “Justiça”, que foi exibida na Globo e terminou no dia 23/09. De cara, eu digo logo pra tirar essa cara feia só porque a série foi montada pra passar num canal aberto. Sério, tudo é MUITO bom nesse seriado!!

Tentando resumir pra vocês, o seriado se passa em Recife (meu país!!!!) e vai contar 4 histórias que se cruzam. Os enredos vão tratar de dramas vividos pelos personagens centrais de cada eixo, todos estabelecendo laços de alguma forma. Cada “ciclo” de histórias dura 4 episódios, e cada episódio desenvolve um dos enredos de forma central, dando pistas e mostrando os outros 3 de forma secundária.

justic%cc%a7a-globo-617x125

Vicente (Gesuíta Barbosa), Fátima (Adriana Esteves), Rose (Jéssica Ellen) e Maurício (Cauã Reymond) vão parar numa mesma delegacia numa mesma noite, cada um por um motivo. Todos são presos e veem suas vidas mudar completamente, principalmente depois de saírem da cadeia, cada um com alguma coisa em mente, seja pra reconstruir tudo que foi destruído ou destruir tudo que foi construído (me sentindo culto com essa última frase).

O seriado tem um misto de sensações que terminam provocando a gente, meio que fazendo o público se sentir parte não só de cada história de forma isolada, mas do todo completo se cruzando. Por abordar temas como vingança, desigualdade, preconceito, violência sexual, superação (entre muitas outras coisas), a série foi super bem acolhida pela galera, que ficava vibrando a cada episódio. Pensando nisso, elaborei uma lista com 5 razões pra você começar o seriado nesse exato momento (por favor, leia!):

1 – Você vai se identificar MUITO com alguma das histórias (ou com todas)

Apesar de todas as histórias estarem interligadas de alguma forma, vai ter uma que vai te prender mais. Apesar de algumas sensações serem comuns às histórias (como o sentimento de nostalgia), cada uma tem algo muito mais marcante, como mágoa, arrependimento, vingança, dor, superação, e, dependendo de como a gente enxerga a “justiça”, é inevitável não ficar mais grudado com um dos enredos (eu mesmo fiquei apaixonado pela história de Fátima, interpretada por Adriana Esteves).

2 – Todas as histórias se passam numa cidade fora do eixo Rio-SP

Normalmente, as produções da Globo se passam no Rio de Janeiro ou em São Paulo. Dessa vez é um pouco diferente: tudo se desenvolve em Recife e localidades próximas (como a cidade de Olinda, famosíssima pelo carnaval). Melhor do que ver um local “novo”, é ver tudo se desenvolver nele e até reconhecer alguns pontos da cidade (esse foi meu passatempo, ficar falando dos endereços quando eu reconhecia algum lugar). O mais bacana foi ver que as filmagens variaram muito, mostrando desde os bairros nobres da cidade, até as favelas. Dos restaurantes “chiques” aos botecos de rua. Detalhe: tudo existe MESMO!

3 – Você vai vibrar e sofrer com os personagens

Se tem uma coisa que não dá pra negar é que eu fiquei muito envolvido com as histórias de todos os personagens. Eu tava chegando num ponto que passava o dia pensando que o personagem “x” podia fazer tal coisa pra ter tal resultado. É meio que aquele filme que você AMA e toda vez que assiste dá vontade de fazer parte da história. Tenho pra mim que boas produções causam essa sensação na gente. Em “Justiça”, quando você menos espera, já tá lá derramando umas lágrimas ou pulando no sofá e torcendo com o feito de alguém. Minhas personagens favoritas foram Fátima e Rose, que (pra mim) tiveram as duas melhores histórias.

4 – Atuação + Trilha Sonora + Fotografia

Sério, o “conjunto da obra” ficou muito bom! Atrizes e atores trabalharam muito bem, em especial Adriana Esteves interpretando Fátima e Leandra Leal no papel de Kellen. As filmagens do meu país da minha cidade querida são feitas a partir de vários ângulos e momentos, o que mostra várias possibilidades de visões de Recife, sem falar da trilha sonora, recheada de música genuinamente brasileira, o que dá uma cara completamente autêntica ao seriado.

5 – A “Justiça” é Relativa (!) (?)

A série, por mais que tenha começo, meio e fim, deixa no ar um questionamento: o que é justiça? Parece fácil, mas não é, até porque numa faculdade de Direito (eu sou prova viva) ,muitas vezes, alunos e professores não conseguem chegar a uma só definição. Mostrando que a justiça se constrói a partir de cada história, cada momento, cada dor, cada desejo, o seriado termina dando esse tapa de luva na cara da gente, abrindo nossos olhos pra mostrar que o mundo é MUITO mais complexo do que a gente imagina.

Depois me digam o que acharam! 🙂

Continue Reading

Quarto Geek: tem idade pra montar um?

Um dos meus grandes sonhos é conseguir montar um espaço só pras minhas coisinhas do universo geek. Na maioria das vezes, quando alguém pensa em montar um espaço com traços muito pessoais, o quarto é o cômodo mais escolhido. Nos últimos anos, a galera veio quebrando essa coisa de que “quarto decorado é coisa pra criança”, já que todo mundo vem assumindo seus gostos sem muito medo de ser julgado.

Toda essa “quebra de paradigmas” vem fazendo jovens e adultos buscarem ideias pra criar, planejar e montar um cantinho que transmitam uma parte da personalidade cada um, deixando cômodas, paredes, camas, cortinas com um aspecto divertido e pessoal.

Dentro do mundo geek, eu amo coisas que tragam referências de games e de super-heróis. Pensando nisso, trouxe algumas coisas que servem de referência pra mim, o que não só pode ser útil pra montar um quarto, mas qualquer espaço que te faça se sentir confortável.

img1 img2 legob qadt qsupmw supermanb whb

Fotos: Pinterest.

Continue Reading

(Meus) 5 possíveis finais para Game of Thrones

 Que GoT é uma das séries de maior sucesso da atualidade todo mundo já sabe. Amada por muitos e odiada por alguns (olha eu alfinetando os haters), o seriado da HBO deixa as noites de domingo mais movimentadas, rendendo assunto pra semana toda.
SPOLIERALERT
Do mesmo jeito que tem a galera que se dedica a estudar o seriado pra criar as mais variadas teorias, tem o povo dedicado a pagar de “mãe Diná” (eu me incluo aqui) pra fazer “””””previsões””””””” (levando a série super a sério, claro). Ter lido alguns dos livros e assistir o seriado me faz pensar muito sobre o futuro de tudo e todos. Pensando nisso, minha cabecinha já confabulou vários finais pra série (que termina na próxima temporada, de acordo com os diretores) e eu decidi compartilhar com vocês por motivos de (insira aqui qualquer motivo que quiser, pois não pensei em nenhum).

walkersgift
SEGURA ESSA MARIMBA AI, MONAMÚ!!

cerseigif

1. FIM DOS LANNISTERS
A crise da família Lannister tá igual a do nosso amado país: governo instável, cofres quebrados e muita picuinha mal resolvida.  Só pra vocês terem uma noção, eu acabei de listar algumas desgraças que afligiram/afligem a Casa do Leão, como a morte de Joffrey bem no dia do casamento (Cersei perde um filho), Sansa e Arya Stark fogem(o que deixa os Lannisters sem domínio sobre o norte), a morte de Twyn, o patriarca, cagando (morrer cagando, péssima morte), Tyron, o anão, também fugiu (já que os familiares queriam sua morte, muito amor familiar),  Cersei é aomilhada humilhada pelo Alto Pardal (foi a cena que me deixou com mais raiva, já que AMO Cersei), Myrcella morre envenenada voltando de Dorne (Cersei perde uma filha)… Ou seja, só coisa ruim.
Eu acredito que, independente do final da série, o destino dos que restam na casa Lannister não é bom, ainda mais se a gente lembrar da profecia que Cersei ouviu de uma feiticeira chamada Maggy, a Rã. De acordo com a bruxa, os três filhos da rainha seriam coroados, mas jamais reinariam (a gente pode entender isso como morte), seu casamento seria infiel e infeliz, tudo que ela mais ama seria tomado por uma rainha mais jovem e mais bela (que todo mundo acredita que seja Daenerys) e Cersei morreria pelas mãos do irmão mais novo.
2. TARGARYENS: REASCENSÃO, TRIARQUIA E DRAGÕES
Pra mim, é a casa (talvez) mais queridinha da série, em disputa direta de popularidade com os Starks. O futuro de Daenerys Targaryen é meio que certo: não acredito que vá haver a morte da mother of dragons, mas sim algumas reviravoltas no contexto familiar (já que a fia acha que tá sozinha no mundo). Munida dos seus três dragões, Khaleesi toma de volta tudo que foi tirado de sua família, punindo todos seus inimigos declarados e ocultos (esse seria o final mais boring e clichê).
Pra quem é ligado nas teorias, sabe que muita gente acredita que Jon não é um bastardo Stark e Tyrion não é um rejeitado Lannister. Na verdade, os dois são da família Targeryan: o primeiro possivelmente é ~~fruto do amor proibido~~ (parece música de pagode) entre Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen. Ou seja, Jon foi criado pelo seu tio Ned (que sempre se referiu ao menino como “sangue do meu sangue”) como filho bastardo para evitar que fosse assassinado por Robert Baratheon (que iniciou toda confusão em Westeros com a rebelião contra a Casa do Dragão). Já Tyrion seria meio Lannister, meio Targaryen, consequência da obsessão do Rei Louco por Joanna Lannister (mas a gente não tem a confirmação se foi  algo sentimental ou um estupro), o que o torna mais um herdeiro pro trono.
giphy
3. SHIPPANDO: JON + DAENERYS  = JOENERYS
Alguns fãs da série querem muito esse final (até eu já pensei que poderia acontecer e não seria tão ruim, pra mim), mas, apesar de possível, é pouco provável. Vindo de Essos, Daenerys, destinada a tomar de volta tudo que lhe  pertence, topa com Jon, que se apaixonZZZZZZZZzzZZZZzzZZZZZzzZZZzz… Entenderam o motivo de não ser um final  TÃO legal?! O final da série pode terminar ficando meloso e clichê, palavras que praticamente não existiram ao longo da trama.  É claro que muitos desfechos podem ser dados, como os dois se unirem enquanto casal pra derrotar inimigos em comum (lembrando que a mãe dos dragões não é fã dos Starks, por isso não é algo muito “”sólido””) ou só rolar aquela ficada mesmo  e juntar apenas pra batalha e fim.
4. STARKS COMO CENTRO DE TUDO
Sinceramente? Acharia PÉSSIMO, já que não morro de amores pela Casa do Lobo. Mas é possível sim que os Starks dominem Westeros, já que tá existindo um movimento no sentido do reencontro da família (que, segundo algumas teorias, só tem força enquanto estiverem unidos). A separação da família gerou desfechos que se resumem em uma palavra: morte. A reunião dos Starks traria a paz de volta aos Sete Reinos, expulsando os Caminhantes Brancos, tudo pela liderança da Casa do Lobo. O reencontro de Jon, Sansa, Arya e Benjen (incluam Rickon, se quiserem. Pra mim, é quase uma planta) traria de volta a força  da família, trazendo esperança pro povo do norte e do resto do continente, sendo o símbolo da luta o próprio João das Neves (que é queridinho por muita gente, inclusive por mim, beijos Kit Harington)
Ainda é possível que Daenerys tenha uma participação nessa tomada de poder dos Starks, mas ela, por estar famosinha em Essos, voltaria com os dragões pro outro continente, deixando pra trás o passado em Westeros, seguindo uma nova vida (o que é algo muito bonzinho e ingênuo pra Daenerys que temos hoje, explico melhor no próximo possível final).
dannygif
5. DAENERYS:  A “NÃO TÃO QUEBRADORA-DE-CORRENTES”
Existe uma galera alimentando uma teoria que dá um final interessante: Daenerys, de mocinha, passaria ser uma vilã nata, repetindo os passos de seu pai, o Rei Louco. A ideia da mother of dragons não ser tão boazinha pode até ser chocante, já que a vida da coitada se resume a sofrimento, mas faz sentido se a gente para pra ver que as últimas ações dela estão muito mais pautadas numa “sede de poder e vingança”, do que no sonho de ser uma boa rainha. Essa obsessão de Daenerys pode terminar levando-a ao título de “Rainha Louca”, já que o ataque à Baía dos Escravos e Westeros tem pouquíssimo haver com justiça e liberdade, mas sim com desejo de poder e domínio. É bom lembrar, ainda, que Khaleesi jurou vingança não só às famílias vilãs de Westeros (como os Freys e Lannisters), mas às queridinhas e protegidas também (caso dos Stark, que não aguento mais ver sofrendo de tanta morte).
Fim da sessão com bola de cristal.
Continue Reading