5 dicas pra se livrar dos seus preconceitos

preconceito diferenças pessoas

Hoje em dia, “preconceito” deixou de ser apenas o ato de emitir uma opinião sobre algo ou alguém sem uma análise crítica pra ser algo que também abrange o sentimento de hostilidade e de intolerância. Só quem sofreu/sofre com isso sabe como é sentir sentimentos negativos sendo expostos pelas pessoas. Pior: expostos sem um motivo concreto!

Sabendo que o ser preconceituoso(a) é uma questão totalmente superável , decidi separar 5 dicas simples que podem mudar sua postura, fazendo você se tornar alguém mais tolerante e amigável com todas pessoas! <3

1.Uma palavra mágica: respeito

Ninguém é obrigado a gostar de nada ou de alguém, já que afeto é uma coisa que a gente tem que dar de coração. Por outro lado, respeito é uma coisa fundamental pra gente viver bem em sociedade. Parece bobagem, mas quando você realmente aprende a respeitar outra pessoa, você entende que cada pessoa merece ter seu espaço na sociedade. Você não precisa abraçar, conversar ou ser cordial (até porque isso é questão de educação, né mores?!), mas tem que respeitar sim – se você gosta de ser respeitado, porquê não respeitar as outras pessoas?!

2.O mundo é maior do que suas convicções

É comum todo mundo acreditar em alguma coisa: uma religião, uma ideologia social, uma tendência política. Normalmente, a gente quer mostrar nossa “crença” pro outro, o que não é problema. Problema de verdade é quando a gente começa a expor o que acha de maneira desrespeitosa, o que termina por provocar, na maioria das vezes, brigas e situações chatas. Se você sabe que a sua “opinião” sua pode ferir alguém, é melhor não apenas repensar a forma como você vai falar, mas também se a colocação tem algum ponto positivo naquele momento.

3. “Mas é normal?”

Olha, eu entendo essa coisa de “ser normal” como algo muito relativo. Na verdade, eu acredito que todos nós somos bem anormais, já que somos seres complexos e mutáveis. Antes de ficar questionando se algo é normal ou não, pare pra pensar que nós vivemos em contextos sociais, econômicos, culturais completamente diferentes. O que alguém faz ou deixa de fazer não deve ser taxado de anormal por você, já que todos nós somos diferentes e estamos em constante mudança e evolução.

4. Seja mais altruísta

Uma forma de compreender melhor as diferenças do mundo é se colocando no lugar do outro. Você não precisa se aprofundar na vida de outra pessoa ou conviver intensamente com alguém desconhecido, basta fazer um pouquinho de esforço pra se colocar no lugar daquela pessoa e aí você vai poder compreender um pouco dos sentimentos e da vivência de alguém que você mal conhece, mas que insiste em julgar. Na prática, você vai se tornar alguém melhor e capaz de entender as diferenças do mundo.

5. Informe-se!

Sim, parece bobagem, mas é a dica mais importante dessa pequena lista. Ter e praticar o preconceito é falta de informação sim! Antes de julgar ou falar alguma coisa sobre algo ou alguém, procure entender toda complexidade do contexto e aí, talvez, você possa falar alguma coisa (lembre-se que você tem que falar sem agredir!). Informando-se, você ganha mais por adquirir mais conhecimento e ganha mais por entender e se aproximar de pessoas que têm muitas coisas diferentes de você, mas que também podem acrescentar muitas coisas boas na sua vida!

Existem muitos outros meios pra gente se livrar dos mais variados preconceitos. Algumas são bem pessoais, outras nem tanto, o importante é que a gente se ajude a construir um mundo mais amigável e amável pra todo mundo <3.

Continue Reading