Edição de foto: quais os melhores aplicativos?

fotografia photography celular mobile aplicativos melhores ferramentas edição

Hoje em dia, edição de foto é algo que tá bem além dos nossos computadores. Dispositivos portáteis, em especial os celulares, passaram a receber ferramentas diversas pra fotografia. Em se tratando de celular, lojas de apps possuem uma infinidade de aplicativos pra edição de foto, o que deixa a gente perdido pra saber qual o melhor.

Eu admito que sou meio compulsivo por compra de app. Pago ou não, eu vivo comprando aplicativo, o que me rendeu um MBA no assunto. Pensando nisso, separei alguns apps que eu considero bacanas de se ter no celular. Seja pra adicionar um filtro, ou dar uma editada na cara, tem muita coisa bacana.

1- Facetune

O Facetune é aquele app que é um canivete suíço: tem um monte de coisa e a maioria cumpre sua função. Já falei do aplicativo nesse post aqui, quando lançaram o “Facetune 2” (que, pra mim, não vale seu dinheiro). Eu tenho a primeira versão e considero ela suficiente.

O foco do aplicativo é ser um “estúdio fotográfico” portátil: dá pra editar a pele, corrigir sombra, suavizar a paisagem. Pra mim, esse é o ponto principal do app, que ainda conta com alguns filtros, que são bem secundários, se comparados a outros apps.

Vale o dinheiro? sim, vale! Inclusive, dependendo do que você faz nas suas edições, pode dispensar outros apps facilmente.

2- VSCO

Esse é queridinho entre as pessoas que amam tirar foto. O ponto forte desse daqui é o uso de filtros e correção de alguns aspectos da imagem, como saturação, nitidez e sombras.

É um app gratuito, mas que oferece alguns filtros pagos. Dependendo do seu tipo de fotografia, algumas compras podem valer a pena. Por exemplo, se você gosta de fotos em tons pasteis, vale a pena comprar um pack em “pastel tones” que tem lá.

Eu não acho tããão intuitivo mexer no VSCO, já que o app funciona como uma rede social. Claro, com o tempo, qualquer um pega o jeito do negócio.

3- Afterlight

Apesar de já ter uma longa história pra contar, o Afterlight ainda é um bom aplicativo. O app ficou famoso por conta da criação de filtros pelo usuário e por algumas ferramentas que só ele tinha, como molduras especiais pro Instagram. Comprei o app quando era pago, mas hoje dia (se não me engano) é free (revoltado!!!!).

É uma boa pedida pra quem quer “liberar a criatividade”, que gosta de ter um kit de ferramentas mais completo. De certa forma, eu acho que o app não tão mais popular, já que hoje existem milhares de opções. Entretanto, ainda sim é um bom app e que não deixa a desejar nas funções que promete.

4- Adobe Photoshop Express

Olha, eu sou muito suspeito pra falar, já que amo os programas da Adobe. Entretanto, tem gente que pode evitar esse app por achar que ele é “complicado” pra usar, como o Photoshop pra PC também é.

Atualmente, é um dos meus favoritos. Não é um aplicativo de foto difícil de ser usado, mas vai exigir certa paciência pra pegar o jeito, já que existem MUITAS ferramentas pra serem usadas. É um aplicativo bem completo: tem filtro, correção de imagem, redimensionamento. A melhor parte: é de graça.

Tem alguma indicação? Conta aí!!

Continue Reading

Facetune ou Facetune 2 – Qual o melhor app pra editar suas fotos?

Oi, povo!

Há alguns dias atrás foi lançado o Facetune 2, uma nova versão do aplicativo Facetune, desenvolvido pela Lightricks. O lançamento deixou muita gente em dúvida pra saber qual seria o melhor editor de fotos, já que, por mais  que seja um app de edição poderoso, o preço do mais recente é um pouco ~~salgado~~.

aplicativofacetune

Facetune

Antes de comprar o app, que na época custava cerca de US$4 (pouco mais que R$12), eu ficava mega em dúvida se a compra iria valer a pena. Achava o valor alto e não sabia se o aplicativo era realmente bom. Terminei comprando e digo que não me arrependi!

O app é uma varinha mágica pra quem ama uma selfie: dá pra tirar marquinha de espinha, clarear os dentes, deixar a pele mais opaca, além de ferramentas peculiares, como a de retirar olheiras. Pro preço que foi, eu digo que valeu a pena e que o aplicativo atende bem às minhas necessidades.

Além dos retoques específicos pra selfies, o aplicativo tem um leque bem grande pra editar fotos genéricas, como os filtros e a ferramenta de maior luminosidade para o ambiente.

Facetune 2

O “novo” app foca na otimização da pré-visualização, o que ajuda quem não gosta de tá fazendo um monte de edições pra ter noção de como a foto vai ficar (com um clique você já tem mais ou menos ideia do resultado). É claro que você pode fazer 1 edição bem detalhada, deixando sua foto/selfie com um toque pessoal,  o problema é ter que comprar componentes adicionais pra isso.

ediçãoaplicativofactune2

O aplicativo pode ser baixado de graça, dando acesso a um kit basicão pra editar. A Lighticks oferece 2 formas de comprar os “extras”: ou você compra os componentes de forma isolada (preços variando de US$0,99 a US$2,99 – eu digo logo que existem uma infinidade de extras, o que pode deixar a fatura do cartão salgada) ou mantém uma assinatura de 1 mês(US$1,99), 6 meses (US$6,99) ou 1 ano (US$9,99), tendo acesso a todo conteúdo.

Bem sinceramente?! Eu não vi um motivo que realmente me fizesse querer sair do Facetune pro Facetune 2. Apesar do aplicativo mais novo ter uma pegada mais profissional, o que é positivo pra quem posta muita foto retocada, as diferenças  entre os apps são muito pequenas.

“DIZ LOGO SUA OPINIÃO!!”

Eu vou continuar com o meu Facetune, já que tudo que eu preciso tá lá. Se você ainda não tem o aplicativo e tá em dúvida, eu aconselho baixar os dois pra fazer uma comparação, até porque cada pessoa tem um estilo de fotografia. As funcionalidades básicas (limpeza de pele, clareamento dental e alguns outros) são as mesmas nas duas versões – as diferenças são pequenas pra dizer que um é muito melhor que o outro.

O Facetune 2 tenta se destacar por inserir novos pincéis de retoque (se você for ficar na edição basicona, isso termina sendo desnecessário), filtros (existem apps mais legais pra isso) e outros detalhes. De verdade?! Termina sendo muito dólar gasto (O Brasil tá num apocalipse financeiro, meu povo!!) pra umas coisas que não são tão significativas assim. É aquele negócio: dá pra usar a versão mais recente sem pagar nada? Sim, mas o app fica “fechadinho” se você tem todos componentes, claro.

E vocês? Compararam os apps? Tem algum aplicativo de edição que ama e quer compartilhar? Comenta aí <3

 

Continue Reading

Aplicativos pra ajudar na dieta e nos exercícios

Depois de duas longas semanas de provas na faculdade e alguns dias sem internet (THANKS GVT/VIVO!), volto com um post meio diferente.

Nas últimas semanas, eu venho tentando melhorar alimentação e a prática de atividades físicas, já que eu tava sentindo a saúde um pouco abalada (não consigo negar doce), além de tá insatisfeito com o físico.

Como eu tô abarrotado de coisas, especialmente da faculdade, manter uma dieta tem sido algo complicado, ainda mais complicado quando o assunto é ir pra academia. A saída que encontrei foi usar a tecnologia, baixando aplicativos de celular pra ajudar nos exercícios e na alimentação.

Apesar de não ter sido a primeira vez que baixei apps desse segmento, foi dessa vez que eu foquei pra entender melhor como cada um funciona, pra saber se eu iria conseguir me adaptar ao funcionamento do aplicativo, sem ficar me enganando, sabe?!

O resultado foi que em pouco mais de uma semana eu terminei eliminando pouco mais de 1kg (obrigado nossa senhora da balança!!) e aí eu fiquei mega motivado pra compartilhar com vocês sobre os aplicativos que mais gostei!

1. Diet Watchers Diary (iOS – Android – Windows Phone)

Esse app lembra muito o programa “vigilantes do peso” (que foi e ainda é muito conhecido).O objetivo do app é te fornecer uma quantidade diária de pontos pra você ir descontando do que comer. Ele é bem simples: você baixa, preenche as informações e já pode começar a contar os pontos. O que eu achei mais interessante é a “filosofia” do app, já que ele reeduca a alimentação: você pode comer tudo, desde que tenha consciência que algumas comidas vão descontar mais pontos do que outras. Além de dar uma liberdade pra pessoa se alimentar sem sofrer, o aplicativo tem algumas coisas interessantes, como os “pontos recompensas”, que você ganha se fizer alguma atividade física.

Apesar de ser pago (US$2), o app vale MUITO a pena sim!

2. 50 em 5 (iOS – Android)

Esse app já foi hypado durante um tempo e sempre dividiu opiniões. O desenvolvedor do app, Diego Rocha, perdeu 50 quilos em 5 meses, e aí decidiu criar o app pra compartilhar as dicas sobre atividades físicas e alimentação. O aplicativo não possui um sistema de contagem de pontos ou de prática de exercícios, mas oferece uma porrada de dicas pra quem quer aumentar a qualidade de vida. A compra é válida (US$0,99), mas só se você realmente decidir compreender como a sua dieta deve funcionar, já que o aplicativo não possui um funcionamento específico.

3. Freeletics Bodyweight (iOS – Android)

Esse é o meu favorito do momento. O app tem vários treinos montados pra serem feitos em casa, sem precisar de aparelhos de academia ou qualquer coisa do tipo. As atividades são bem intensas, por isso é bom fazer com cuidado e sabe até onde você pode aguentar. Pra vocês terem noção, eu fiz um conjunto de exercícios em 15 minutos, mas a equivalência era de uma corrida moderada com duração de 40 a 50 minutos!

O aplicativo é gratuito, mas você pode pagar pra ter acompanhamento de um personal durante 3 meses, 6 meses ou 1 ano. De cara, eu digo que o preço não é nada atrativo, mas se você for uma pessoa bem focada, pode terminar valendo a pena.

Existem muitos outros apps que eu testei, mas foram com esses que eu notei algumas mudanças nos hábitos e corpo.

Conhece algum outro app legal dentro desse nicho? É só comentar!

Continue Reading