Como aprender um novo idioma em casa?

foto estudo mesa livro

Muita gente acha que aprender um idioma novo em casa é coisa de outro mundo. Eu estudei inglês vários anos da minha vida, mas com o passar do tempo fui esquecendo as coisas. A solução que encontrei foi continuar em estudando em casa – o que me mostrou que estudar uma língua estrangeira sozinho não é um bicho de 7 cabeças!

Hoje em dia, a internet quebra um galho pra muita coisa: pesquisar, comprar são algumas delas. Apesar de muita gente não dar importância, estudar é um negócio que ficou mais prazeroso e fácil com o auxílio da internet, ainda mais se o assunto for aprender um novo idioma.

Pensando nisso, eu trouxe algumas dicas que ajudaram não só a continuar estudando o inglês em casa, mas também a ter curiosidade pra aprender outros idiomas.

Leve o negócio a sério!

Pode parecer bobagem, mas entender que eu precisava levar o estudo do idioma em casa como algo sério me fez ficar mais focado e determinado. Se você for “fazer por fazer”, vai terminar não dando tanta importância, deixando de tratar esse estudo como uma prioridade. Independente da ferramenta que usar pra estudar, entenda que aquele momento de aprendizado é importante!

Estude o idioma que você gosta

Não adianta nada você querer aprender espanhol se você não curte tanto a língua (meu caso). Se você tem mais afinidade com inglês, por exemplo, é melhor você dedicar sua energia e seu tempo pra isso. A gente aprende com mais facilidade quando sente prazer em tá fazendo algo, já que ficamos mais engajados e empenhados com o negócio por sentir que aquilo “não é uma obrigação”.

Não seja tão formal

Não precisa criar um ambiente de sala de aula dentro da sua casa. É claro que, se você quer levar o negócio a sério, é legal ter uma organização de tempo e espaço pra aprender outra língua, mas não precisa ser tão sério assim! O legal de aprender um idioma em casa é ser flexível com você mesmo. Naquele dia que você não tiver com saco de estudar sentado na sua mesa, pega seu computador e vai pra uma cafeteria que tá tudo certo! O ideal é não tornar esse estudo uma coisa chata e rotineira.

Conheça e escolha suas ferramentas

É legal sim ter algum material de apoio pra língua que você quer estudar. Melhor ainda é ter outras ferramentas mais divertidas e tão úteis quanto um curso online ou um livro. Filmes, séries, HQs, games, músicas, vale tudo, desde que ajude no seu aprendizado. No meu caso, o inglês deu uma melhorada absurda quando comecei a ver séries com audio e legendas in english.

Reconheça suas dificuldades e limitações

Se você sentir que tá com alguma limitação, dificuldade pra aprender, reconheça isso e compreenda onde e como você pode melhorar. Não adianta nada você ficar se enganando e achando que tá aprendendo alguma coisa. É o caso de, por exemplo, você tá com algum problema pra lembrar das regras gramaticais em inglês: não custa nada assistir uma aula online ou dar uma lida em uma gramática.

Anote, escreva, registre!

Tenha um caderno pra registrar frases, escrever umas redações e montar um dicionário com palavras desconhecidas. Isso é um exercício não apenas pra melhorar sua escrita, mas pra te ajudar a memorizar as coisas, já que a gente fixa  melhor  quando escreve. Quando comecei a estudar francês em casa, eu tinha o costume de anotar todas frases básicas num caderno e ficar repetindo, conversando comigo mesmo. Isso me ajudou bastante pra dar aquela arranhada básica no idioma.

Pratique com alguém (ou sozinho)

Se você conhece alguém que domina o idioma que quer aprender, pode pedir pra essa pessoa trocar algumas ideias com você no WhatsApp ou no Skype. Se não conhece, não tem problema. Eu mesmo, quando tava a fim de melhorar a “fala” do inglês, ficava no espelho falando sozinho, criando situações imaginárias pra me forçar a falar, fossem respostas mais simples ou justificativas mais complexas.

Teste você mesmo

Quer saber se você tá escrevendo bem? Faça uma redação com no mínimo 200 palavras. Tá querendo ver se tá sabendo se comunicar? Vai pra frente do espelho e simula um diálogo de 5 minutos. A melhor forma de saber se você tá aprendendo alguma coisa é criando testes, provas pra você mesmo. Quando eu tava numa vibe de aprender francês, toda semana eu treinava umas perguntas e respostas básicas de diálogos, o que me ajudava a fixar algumas coisas.

Aprender um idioma novo é uma questão de tempo e esforço. Nada vai vir muito rápido, mas quando mais você praticar, melhor.

É claro que existem muitos outros métodos pra você aprender um idioma em casa. Alguns são bem específicos e outros mais gerais. Conhece algum e quer contar pra gente? É só deixar um comentário! 🙂

 

Comentários

Leia também

Comente